Relatório de benchmarks globais do digital ad ratings

Na era da mensuração da publicidade digital, os indicadores-chave de uma campanha bem-sucedida devem considerar o alcance e a porcentagem de entrega no target, que é o percentual de impressões entregues ao público-alvo. Embora já seja possível conseguir altas taxas de on-target, ainda é incrivelmente difícil alcançar um resultado de 100%, ou seja, servir todas as impressões ao público definido. Diante desse cenário, os compradores e vendedores de mídia precisam de benchmarks confiáveis para medir o sucesso da campanha.

Disponível em 27 países em todo o mundo, o Nielsen Digital Ad Ratings (DAR) tornou-se uma referência da indústria para comprar e vender mídia digital. Elaborado com a nossa base histórica de campanhas mensuradas, o Relatório de Normas do Nielsen Digital Ad Ratings serve como orientação para comparar a eficiência individual de uma campanha com as médias do mercado, considerando os seguintes parâmetros:

  • Total digital por quebras de idade/sexo e faixas etárias
  • Categorias de anunciantes, em todo o digital, apenas para desktop e somente para mobile
  • Plataformas/redes ad networks vs. publishers (veículos)
  • Só Desktop por quebras de idade / sexo e faixas etárias Só Mobile por quebras de idade / sexo e faixas etárias

América Latina

  • A atualização do segundo semestre de 2016 do Relatório de Normas e Benchmarks do Nielsen Digital Ad Ratings da América Latina inclui dados de mais de mil campanhas mensuradas com o Nielsen Digital Ad Ratings no Brasil, México e Porto Rico até 31 de dezembro de 2016
  • O volume de campanhas medidas na América Latina mais do que duplicou a partir de 2015.
  • 60% de todas as campanhas medidas na América Latina passaram a incluir o mobile. Foi um aumento de 17.7x desde o início de 2015, com 8% de todas as campanhas incluindo dispositivos móveis.
  • Depois dos targets amplos (como 13+, 18+), o target P18-49 obteve o melhor desempenho em entrega de impressões, atingindo a audiência desejada 81% das vezes.
  • Viagens (84%) e Serviços (82%) atingiram os melhores resultados de entrega no target. Automotivo (71%), Entretenimento (71%) e Computadores & Eletrônicos (69%), por outro lado, obtiveram menores índices.
  • Quando olhamos para campanhas que procuraram alcançar homens e mulheres, o mobile superou os benchmarks do total digital e do desktop em todas as quebras de idade comparadas.

Brasil

  • O volume de campanhas medidas no Brasil mais do que dobrou a partir de 2015.
  • Metade dos benchmarks digitais aumentou o desempenho médio de on-target nesse período.
  • 58% de todas as campanhas medidas no Brasil tinham dispositivos móveis. Foi um aumento de 15,9 x desde 2015, com 8% de todas as campanhas incluindo mobile.
  • Depois dos targets amplos (como 13+, 18+), campanhas focadas no público P18-49 alcançaram o maior on-target, com 78% das impressões das campanhas atingindo seu público alvo..
  • As campanhas brasileiras focadas em Serviços Financeiros superaram os benchmarks regionais latino-americanos. Elas alcançaram uma taxa média de 89% no alvo no Brasil, em comparação com 81% para toda média da América Latina.
  • Serviços financeiros (89%) e Viagens (84%) conseguiram atingir mais facilmente o público desejado. Computadores & Eletrônicos (69%) and Entretenimento (69%), entretanto, alcançaram resultados menores.
  • Ao olhar para campanhas direcionadas a homens e mulheres, o mobile superou as médias de benchmarks do total digital e desktop em todas as faixas etárias comparadas.

Por: Nielsen

By | 2017-11-03T07:24:15+00:00 11 novembro, 2017|Categories: Marketing Digital, Mercado, Sem categoria|Tags: , , , , |0 Comments

About the Author:

Mestre em Economia, especialização em gestão financeira e controladoria, além de MBA em Marketing. Experiência focada em gestão de inteligência competitiva, trade marketing e risco de crédito. Focado no desenvolvimento de estudos de cenários para a tomada de decisão em nível estratégico. Vivência internacional e fluência em inglês e espanhol. Autor do livro: Por Que Me Endivido? – Dicas para entender o endividamento e sair dele.

Leave A Comment

Avada WordPress Theme