Publicidade nos EUA desacelera em 2011

Depois de crescer modestos 3,2% em 2010, a compra de mídia nos Estados Unidos deve seguir em ritmo franciscano também no próximo ano, ficando em torno de 2,8%. É o que aponta a média das previsões das agências Group M (WPP), Magna Global (Interpublic) e Zenith Optimedia (Publicis).

Mas os números estão longe de ser desanimadores, pois superam com folga as previsões do início do ano, influenciadas pela queda de 11,9% de 2009 somente nos EUA, a maior já registrada desde a Grande Depressão de 1929. De acordo com a análise de AdAge, há um consenso no mercado publicitário norte-americano de que os tempos atuais serão mesmo de crescimento lento, ritmo semelhante com o qual a maior economia do mundo vem se recuperando de uma de suas maiores crises.

Outro estudo, da eMarketer, mostrou que a publicidade online nos Estados Unidos superou pela primeira vez a da mídia impressa. A estimativa é que o investimento em propaganda digital chegará a US$ 25,8 bilhões. O budget aplicado em jornais e revistas, segundo essa pesquisa, deverá ficar em US$ 22,8 bilhões.

De acordo com a eMarketer, o investimento em publicidade na mídia impressa irá declinar 8,2% ao final deste período. A expectativa é que em 2011 também se verifique queda nas verbas destinadas a jornais e revistas na ordem de 6%.

Digital

Já na avaliação da Magna Global, a publicidade online irá crescer 11,6% no próximo ano. O estudo indica search, vídeo online e mobile como categorias que elevam as verbas investidas no meio digital. Outro destaque é o aumento do número de aplicativos para tablets, especialmente o iPad.

Fonte: M&M on line

Enhanced by Zemanta
By | 2017-05-24T14:11:36-03:00 24 dezembro, 2010|Categories: Mercado, Varejo|Tags: , , , |0 Comments

About the Author:

Mestre em Economia, especialização em gestão financeira e controladoria, além de MBA em Marketing. Experiência focada em gestão de inteligência competitiva, trade marketing e risco de crédito. Focado no desenvolvimento de estudos de cenários para a tomada de decisão em nível estratégico. Vivência internacional e fluência em inglês e espanhol. Autor do livro: Por Que Me Endivido? - Dicas para entender o endividamento e sair dele.

Leave A Comment

Avada WordPress Theme