Marcas e consumidores trocam 10 bilhões de mensagens por mês nos apps do Facebook

Os usuários e as empresas que estão conectadas nas plataformas de mensageria do Facebook, Messenger, WhatsApp e Instagram trocam mais de 10 bilhões de mensagens por mês, incluindo aquelas automatizadas, ou seja, escritas por bots. A revelação foi feita por Sheryl Sandberg, COO da companhia, durante a divulgação dos resultados financeiros da empresa nesta quarta-feira, 30.

A executiva mencionou o número ao responder para os analistas de mercado sobre os planos da companhia sobre monetização em mensageria. Em sua visão, a empresa está bem “cautelosa” em relação ao tema, pois o momento é de “crescimento e engajamento” dos usuários. Por outro lado, ela frisou que o foco nos apps de mensagem está na “ligação orgânica entre negócios e consumidores”, como o uso desses canais para atendimento e serviços ao consumidor.

Mais cedo na conversa, Mark Zuckerberg, CEO do Facebook, confirmou que pretende colocar o WhatsApp e Messenger como o “centro das experiências sociais dos usuários”, e, que pretende expandir a solução de pagamento do WhatsApp para outros países.

União dos chats 

Questionado por um dos analistas sobre uma possível união das plataformas de troca de mensagens, o CEO disse que é uma ideia que “está sendo estudada”, mas negou que seja para agora. Em sua visão, essa conversão é para “2020” em diante. Ressaltou ainda que o objetivo seria aprimorar a experiência do usuário. Exemplificou ao lembrar que o WhatsApp pode ser usado para troca de mensagens entre usuários do Facebook Marketplace com as marcas, ou usuários Android que usam o Messenger como leitor de SMS, algo que teria que trazer a criptografia de ponta a ponta para todas as mensagens trocadas.

Resultado em usuários e apostas

O Facebook finalizou o ano de 2018 com 2,7 bilhões de usuários ativos mensais (MAUs) em suas aplicações: Facebook, WhatsApp, Instagram e Facebook Messenger. Em usuários diários (DAUs), essa família de aplicações tem mais de 2 bilhões. “A nossa comunidade continua crescendo”, disse Zuckerberg. Durante a conferência com analistas na noite desta quarta-feira, 30, o CEO revelou que pretende trazer mais produtos e novidades para os usuários de suas ferramentas em 2019, como: criptografia; compartilhamento privado no Stories; desenvolvimento do negócio do Facebook Watch fora da linha do tempo da plataforma; melhoria em soluções de realidade aumentada e virtual com o lançamento do Oculus Quest; e novas funções para compras e comércio no Instagram.

By | 2019-05-08T21:51:05-03:00 15 fevereiro, 2019|Categories: Marketing Digital, Redes Sociais|Tags: , , |0 Comments

About the Author:

Mestre em Economia, especialização em gestão financeira e controladoria, além de MBA em Marketing. Experiência focada em gestão de inteligência competitiva, trade marketing e risco de crédito. Focado no desenvolvimento de estudos de cenários para a tomada de decisão em nível estratégico. Vivência internacional e fluência em inglês e espanhol. Autor do livro: Por Que Me Endivido? - Dicas para entender o endividamento e sair dele.

Leave A Comment

Avada WordPress Theme